Pct Conjugado – Tepequém e Uiramutã

Uiramutã
03/09/2012
Aqua-Mak e Ecopark
03/09/2012

Pct Conjugado – Tepequém e Uiramutã

PACOTE INTEGRADO SERRA DO TEPEQUÉM COM UIRAMUTÃ

07 dias – 06 noites

Roraima tem uma diversidade de lugares impressionantes para conhecer, e a maioria deles ainda praticamente intocados.

Neste pacote elaboramos os dois mais interessantes:

– Serra do Tepequém – O lugar é a menina dos olhos do turismo no estado, região bonita, repleta de florestas originais e virgens, cachoeiras por todos os lados, uma abundância de pássaros, trilhas conhecidas e outras para serem exploradas. Por ter sido uma região de garimpo de diamantes (foi um dos garimpos mais antigos do Brasil), ainda encontramos os velhos garimpeiros morando na vila, cheios de histórias para contar. À noite, depois de um dia cheio de aventuras, após o jantar, o gostoso é sentar à beira da estradinha e deixar a prosa rolar leve e solta noite adentro.

– Uiramutã – Depois de viver a história do Tepequém, é hora de conhecer outra região que também tem o seu charme. A viagem por si só já vale a pena, pela estrada cortando as savanas, rasgando o vale entre as serras, ladeando o Rio Cotingo (que nasce lá no alto do Monte Roraima), e seguindo em direção a região da Raposa Serra do Sol, até chegar no Uiramutã. O município é o mais indígena de Roraima, e neste passeio poderemos visitar algumas comunidades, conhecer o jeito simples do povo que vive neste interior, e ouvir as histórias do início da colonização do Brasil. Ah, antes que esqueçamos: você já assistiu ou ouvir falar do fime PAPILLON? Pois então, ele andou por estas bandas, depois de fugir da prisão, e foi enterrado no município do Surumu, povoado que dá passagem à nossa viagem. Um bom momento para saber mais sobre esta história.

DETALHES DO PACOTE

Inclui:
– Transfer in/out;
– Hospedagens em B. Vista;
– Kit Primeiros-Socorros;
– Hospedagem em alojamentos com camas no Tepequém e Uiramutã;
– Pensão completa a partir de B. Vista;
– Seguro-viagem;
– Acompanhamento de guia local.

Não inclui:
– Alimentação em B. Vista;
– Passeios fora do roteiro informado.

VALORES SOB CONSULTA

Mínimo de 03 e máximo de 10 pessoas

O que levar:
• Tênis ou botas (pré-amaciados);
• Par de chinelos tipo papete (excelente p/ caminhar e descansar);
• Chapéu de pano ou palha com cordinha (aba larga);
• Lenço para o pescoço;
• Bermudas;
• Roupas de uso pessoal;
• Roupa de banho;
• 01 blusa de frio leve;
• Protetor solar, repelente de mosquitos;
• Lanterna e pilhas;
• Canivete tipo suíço;
• Óculos de sol;
• Binóculos;
• Máquina fotográfica e filme.

ROTEIRO DETALHADO

1º dia: Recepção no aeroporto e transfer para hotel. Pernoite.

2º dia: Saída de Boa Vista às 06h30. Chegada por volta das 10h00 na estância, onde ficaremos acomodados. Depois de instalados, subiremos para a Comunidade do Tepequém, de onde sairemos para conhecer a Cachoeira do Paiva, uma das mais bonitas da região. O almoço será no Restaurante da D. Helena (moradora da comunidade). Na parte da tarde, visita às Cachoeiras do Barata e do Pedral. Chegada no final da tarde. Jantar e pernoite. (C.A.J).

3º dia: Às 07h00, café da manhã. Saída para visitar as Cachoeiras Água Preta, Platô do Cuia (onde ouviremos histórias da região e “causos” dos moradores mais antigos). Retornar para o almoço no mesmo restaurante do dia anterior. À tarde visitar a Vila do Sobral, as Cachoeiras do Sobral e do Funil. À noite, jantar pernoite. (C.A.J).

4º dia: Às 07h00, café da manhã. Pela manhã caminhada para conhecer o platô da Serra do Tepequém, num passeio de 05 horas aproximadamente, onde veremos os destroços de um avião caído há muitos anos nos áureos tempos do garimpo. No mirante, teremos a bela visão da floresta amazônica, avistaremos pássaros variados, e com um pouco de sorte veremos macacos no topo das árvores. Voltamos para almoçar na Comunidade. Logo em seguida, iremoss para a estância, tomamos banho de chuveiro, recolhemos os pertences e saímos com destino ao Uiramutã. Trajeto em asfalto e também em estrada de chão, onde poderemos conhecer a bela paisagem do lavrado roraimense, com suas serras, rios, e com um pouco de sorte ver animais como tamanduás e pássaros como a garça, tuiuiús, gaviões, carcarás e outros. Chegada prevista por volta das 18h30. Depois de acomodados, e banho tomado, podemos visitar a pequena cidade do Uiramutã. (C.A.J).

5º dia: Às 0700, café da manhã. Saída para a localidade do Caio (que pertence à Comunidade de S. Luzia). Almoço. Passeio nesta localidade com visita a garimpos e cachoeiras. No percurso passaremos por igarapés, observando plantas nativas e visita a cachoeiras, e conheceremos pequenos sítios onde cultivam suas roças particulares. Depois almoçaremos com o líder da comunidade indígena (pratos típicos: damorida, banana c/ paçoca, caxiri, aluá). Após o almoço, conhecemos o pomar. Chegada em Uiramutã e pernoite. (C.A.J).

6º dia: Às 07h00, café da manhã. Saída para visitar as Cachoeiras do Paiuá 1 e 2, onde poderão tomar um banho refrescante. O almoço será no estilo pik-nik. Após a refeição (e um descanso merecido) ir para a Cachoeira de Urucá (50 metros de altura) com um poço maravilhoso, onde também se pode tomar banho. O visual é muito bonito. Lanche (ítens regionais) em local agradável, próximo à cachoeira. Visita a locais de garimpo manual (podendo contatar algum garimpeiro que esteja na região neste momento). Pernoite no Uiramutã. (C.A.J).

7º dia: Café da manhã. Iniciar viagem de volta para B. Vista. No caminho de volta, fazer pequenas paradas para admirar a paisagem, tirar fotos. A chegada em B. Vista está prevista para o início da tarde. Todos serão acomodados novamente no hotel. Refeições em B. Vista não inclusa.

O transfer para aeroporto pode ser neste mesmo dia (há vôo saindo por volta das 23h00), ou no dia seguinte.

 

 

TRANSLATE THIS SITE NOW »