Mônica Zullo – São Paulo/SP

Maria Regina Piacesi – São José dos Campos/SP
20/08/2012
Nanci Yuko Kaneko – Limeira/SP
20/08/2012

Fiquei sabendo desta viagem através da Venturas e Aventuras, e vi fotos do Monte Roraima na Feira de Aventuras em São Paulo, mais ou menos em agosto de 2005.

A imagem que ficou de Boa vista é a da proximidade das margens do Rio Branco onde passeamos de barco e almoçamos (natureza pura), do centro da cidade, tão bem cuidado (urbano total).

O carinho recebido por todos vocês em Roraima e Venezuela, a presteza em solucionar todos os questionamentos e imprevistos foram maravilhosos. Excelente. Em todos os momentos me senti carregada no colo por você, Magno.

A trilha do Monte Roraima antes de tudo significou um desafio à minha ansiedade: na subida consegui melhor desempenho do que na descida .Quase me atropelei na descida, não fosse a ajuda do Toni. O Léo (nosso guia) foi uma pessoa muito querida. Dedicado e gentil o tempo todo, sempre atento a cada um do grupo, sinalizou e avisou o modo e ritmo de cada etapa a ser vencida. Além de guia , excelente cozinheiro. Contundiu-se logo no início da expedição, mas manteve além do ótimo humor, a equipe toda dos porteadores e dos nativos que nos seguiram e ajudaram, sempre no mesmo “tom”. Excelente. Os carregadores sempre foram muito educados e gentis apesar da pouca comunicação (língua diferente).

O que mais me impressionou foi o “espírito” de equipe que surgiu entre um grupo de pessoas que não se conheciam. É uma das magias do Monte Roraima. Fiquei muito tentada a conhecer mais da Gran Sabana e, é lógico, o Salto Angel.

Magno, de coração, obrigada pelo acolhimento, com tanto carinho e dedicação.

 

 

 

TRANSLATE THIS SITE NOW »