02/04/2015 – Monte Roraima: Circuito 3 Nações – PÁSCOA 2015

calentopo2016
AGENDA DE SAÍDAS EM 2016
28/02/2013
Proa
Monte Roraima: Roteiro Circuito Místico Catedral – CMC
02/04/2013

02/04/2015 – Monte Roraima: Circuito 3 Nações – PÁSCOA 2015

monte2

EXPEDIÇÃO MONTE RORAIMA – PÁSCOA 2015
Roteiro Circuito 3 Nações – C3N
Pacote Básico – 08d07n – 03 noites no topo
Saída confirmada – Reservas em andamento

Conhecer o MONTE RORAIMA é uma experiência diferente, mesmo para quem já experimentou outros trekkings. É muito mais do que caminhar e acampar, é uma visita a um dos lugares mais antigos do planeta, datado da Era Pré-Cambriana, muito distante da existência do Homem sobre a Terra. Neste pacote denominado CIRCUITO 3 NAÇÕES, elaboramos uma programação de 07 dias de trilha, onde é possível visitar alguns dos principais pontos no alto da montanha, entre eles o Ponto Triplo, o marco piramidal encravado no topo da montanha, que demarca o limite de fronteiras entre o Brasil, Venezuela e Guiana.


Viagens no período do PÁSCOA são de altíssima temporada, com grande contingente de turistas na montanha, por isso é extremamente importante saber que haverá muita gente nas trilhas e nos acampamentos. Nosso grupo será apenas mais um entre todos os outros que compartilharão os mesmos espaços. Esteja ciente dessa realidade neste período do ano.  

As expedições que organizamos são diferenciadas pelos serviços que oferecemos:

  1. Atendimento personalizado;
  2. Transporte privativo;
  3. Equipamentos adequados, revisados e com manutenção em dia;
  4. Cardápio alimentar balanceado, com inclusão de frutas;
  5. Guias experientes e orientados para tratamento humanizado a todos os clientes;
  6. Orientações detalhadas sobre tudo relacionado à viagem;
  7. Reunião do grupo, em Boa Vista, para orientações técnicas, visando à segurança de todos;
  8. Procedimentos preventivos para maior segurança dos participantes;
  9. Equipe treinada para extremo respeito com o meio-ambiente e com a cultura local;
  10. Empresa legalmente habilitada pelo Ministério do Turismo, Departamento Estadual de Turismo do Estado de Roraima, Associada à ABETA – Associação Brasileira das Empresas de Turismo de Aventura e Natureza.

 NÍVEL DE DIFICULDADE

MUITO DIFÍCIL: Trekking em escarpas, presença de neve, com altitude acima de 4.000 metros, apresentando riscos eminentes por conta da baixa oxigenação e, necessidades de adaptações físicas. Não indicado para pessoas inexperientes. Ex: Everest, Elbrus, Aconcágua.
DIFICIL: Trekking em locais com altitude até 4.000 metros, apresentando riscos eminentes aos participantes por conta do acesso ser muito precário (por exemplo, necessidade de travessia de rios/pântanos, uso de cordas) e algum conhecimento de técnicas verticais. Não indicado para pessoas inexperientes. Ex: Pico da Neblina, Monte Caburaí.
MÉDIO: Trekking em terrenos muito acidentados com altitude abaixo dos 3.000 metros. Não há necessidade do uso de técnicas verticais e adaptação climática, porém exige disposição e condicionamento físico em perfeito estado, pois o desgaste físico é extenuante. Ex.: Monte Roraima.
O acesso ao Monte Roraima é possível à maioria das pessoas, mas é preciso ter consciência de que a realidade da trilha é bastante cansativa, anda-se muito em terrenos acidentados e o desgaste físico é extenuante.

Este pacote inclui:

  • Transporte Boa Vista/Santa Elena de Uairén/Comunidade Indígena Paraitepuy – ida e volta;
  • Hospedagem em apartamento duplo em Santa Elena de Uairén;
  • Pensão completa no trekking: café da manhã, almoço de trilha e jantar;
  • Kit primeiros socorros;
  • Seguro-viagem;
  • Equipamentos de camping: barracas, lonas, fogareiro, material de cozinha;
  • Guia de trilha;
  • Carregadores para equipamentos coletivos;
  • Reserva do período da viagem junto ao Inparques e Comunidade Indígena Paraitepuy.

Itens não inclusos:
Bilhetes aéreos, receptivo in/out, hospedagem em Boa Vista, refeições em Boa Vista e Santa Elena de Uairén, carregador pessoal, equipamentos pessoais, outros transfers e passeios.

ROTEIRO 

1º dia – 02abr15: Boa Vista 86mt / Santa Elena de Uairén (Venezuela) 900mt Briefing às 09h00 no Hotel Aipana Plaza. A participação no briefing é obrigatória. Saída de Boa Vista às 14h00 com destino a Santa Elena de Uairén (220km), com chegada prevista para 18h00. Noite livre em Santa Elena de Uairén. Jantar e pernoite. Temperatura: 25ºC, aproximadamente.

2º dia – 03abr15: Santa Elena de Uairén/ Comunidade Indígena Paraitepuy 1300mt / Acampamento rio Kukenan /1100mt 06h30, café da manhã e saída para Paraitepuy (100km) por volta das 08h00. Distribuição e pesagem da bagagem para início do trekking. Tempo de caminhada prevista em 05 horas até o acampamento no rio Kukenan, num percurso de 16km. Montar acampamento, reconhecimento da área, fotos, descanso, algumas reflexões e informações sobre o próximo dia de trekking. Jantar e pernoite. Temperatura: 25ºC, aproximadamente.

3º dia – 04abr15: Rio Kukenan / Base do Mt Roraima – 1850mt Café da manhã e saída por volta das 08h00 rumo à base da montanha. Percurso de 07km com caminhada entre 04 e 05 horas. Apesar de o percurso ser menor, o esforço será bem maior devido a ser 70% de subida. Chegada prevista para 14h00. Na chegada, montar acampamento e alimentar-se, tomar um banho nas águas frias, reconhecimento da área para fotos, meditação, e informações sobre o dia seguinte. Jantar e pernoite. Temperatura: 20ºC, aproximadamente.

4º dia – 05abr15: Base do Mt Roraima / Topo 2734mt Café da manhã e saída às 08h00 rumo ao topo. Trilha de aproximadamente 4,5km com duração entre 04 e 05 horas de subida. Este será um dos momentos mais bonitos do trekking, com paradas durante o trajeto para fotos, descanso, contemplação da paisagem, flores como orquídeas de diversas espécies e pequenos pássaros. Passa-se por vários igarapés e sob uma cachoeira. Chegada prevista às 13h00. Breve parada para recuperar o fôlego, reunir o grupo e seguir para o local do acampamento. Tarde de descanso. Jantar e pernoite. Primeira noite no topo. Temperatura no topo: 10ºC durante o dia – 05ºC à noite, podendo ficar em ZERO, se chover.

5º dia – 06abr15: Vale dos Cristais / Ponto Triplo / El Foso Café da manhã e saída com destino ao Vale dos Cristais, Ponto Triplo e El Foso, num percurso total de 24 km, sendo 04 horas de caminhada na ida e 3,5 horas de retorno, com intervalo de 1,5 horas no local para fotos, reconhecimento da área, descanso e alimentação. Chegada ao acampamento de origem no final da tarde. Para este dia não se leva todo o equipamento, apenas o essencial para usar durante o trekking. Jantar e pernoite. Segunda noite no topo.

6º dia – 07abr15: Dia livre, sem deslocamentos Este é um dia pensado para todos descansarem das longas caminhadas feitas até agora, oportunidade de recuperar do cansaço, de ficar deitado até mais tarde, fazer pequenos passeios pelas redondezas, admirar a paisagem sem se importar com as horas, curtir um pouco do isolamento do lugar, ouvir o silêncio, meditar sobre tudo o que foi vivido até este dia. Certamente será um dos dias mais serenos de toda a viagem. Aproveite! Terceira noite no topo.

7º dia – 08abr15: Topo / Base / Acampamento rio Tek Hora de retornar à civilização. Após o café, levantar acampamento e iniciar a descida por volta das 08h00. Descida prevista em 04 horas até a base, com parada de aproximadamente 40 minutos para descanso e alimentação, em seguida ir para acampamento do rio Tek, com chegada prevista para as 16h00 (14km). Depois de toda a caminhada, este será o acampamento mais agradável, pois se acabaram os perrengues com o frio, molhaceiros e o céu estrelado proporcionará um deslumbramento. Aproveitar o restante do dia para descanso, tomar banho e produzir mais fotos. Jantar e pernoite. Temperatura: 25ºC, aproximadamente.

8º dia – 09abr15: Acampamento rio Tek / Paraitepuy / Santa Elena de Uairén / Boa Vista Última etapa. Café da manhã e iniciar caminhada rumo à aldeia que será no mesmo horário dos dias anteriores. Trecho de 15km com duração de 04 horas e chegada por volta do meio-dia, inspeção de rotina pela guarda do Inparques, e retorno para Santa Elena de Uairén (100km), e depois para Boa Vista (220km), com previsão de chegada às 20h00. Todos serão acomodados no hotel em que tiverem reserva.


INFORMAÇÕES ADICIONAIS

– Este é o nosso Pacote básico, com serviços a partir da saída de Boa Vista até o final da expedição. Para clientes que desejarem um pouco mais de comodidade, temos o Pacote completo, que inclui receptivo no aeroporto (transfer na chegada e na saída) e 02 diárias em hotel em Boa Vista.
– Neste Pacote básico, a hospedagem em Boa Vista e o transfer aeroporto/hotel/aeroporto devem ser providenciados pelo próprio cliente (solicite recomendações de hotéis).
– Não recomendamos este roteiro para pessoas que estejam em tratamento médico.
– Caso tenha interesse em formar um grupo privativo, solicite informação sobre os critérios necessários.
– A participação no briefing é obrigatória para integrar o grupo e iniciar a expedição. Nesta reunião serão passadas informações e critérios fundamentais para que a expedição aconteça dentro das normas de segurança e conduta da Roraima Adventures e do Inparques (Instituição venezuelana que controla o Parque Nacional Canaima).
– Cliente que não esteja presente para o transfer com destino a Santa Elena de Uairén, às 05h00 do primeiro dia do roteiro, perderá a participação na expedição, ou arcará com os custos extras do seu deslocamento para alcançar o grupo.
– O roteiro desde a saída de Boa Vista até o retorno pode sofrer modificações conforme as condições climáticas e/ou por motivos alheios a nossa vontade.
– A Venezuela está em processo de inclusão no MERCOSUL. No momento, a documentação necessária para entrada no país é Documento de Identidade expedido pela Secretaria de Segurança Pública (RG) original ou Passaporte, devidamente acompanhado do Certificado Internacional de Vacinação (atestando vacinação contra febre-amarela anterior a 10 dias antes da viagem).
– Carteira Nacional de Habilitação, carteiras funcionais e outros documentos NÃO SÃO VÁLIDOS para travessia da fronteira.
– Participante menor de idade, somente acompanhado do pai ou da mãe, com autorização do cônjuge. Idade mínima: 10 anos.
– A acomodação de camping é de 02 pessoas por barraca; no caso do cliente desejar barraca individual, deverá adicionar valor extra ao pacote – consulte valor; ou poderá trazer a própria barraca, e a mesma poderá ser carregada pela nossa equipe de apoio, sem custo adicional.
– Caso o participante tenha interesse em trazer a própria barraca, recomendamos barracas com coluna d’água com 1.200mm ou mais e de pequena dimensão.
– É extremamente necessário o saco de dormir e isolante térmico ou colchonete.
Alugamos equipamentos pessoais: saco de dormir, isolante térmico simples, colchonete e mochila cargueira. Consulte valores.
– A alimentação fornecida durante a expedição compreende café da manhã, lanche para o almoço e jantar (solicite o cardápio).
– Caso o cliente tenha interesse em adicionar itens que não fazem parte do cardápio previsto, é necessário adicional valor extra ao pacote para alimentação diferenciada. Consulte valor.
– Caso o viajante tenha interesse em lanche de trilha, para comer durante a caminhada, deverá trazer e carregá-lo.
– Aos carregadores para equipamentos coletivos, cabem levar equipamentos coletivos de camping, de cozinha e alimentação. Ao viajante cabe levar a sua mochila e equipamentos pessoais (saco de dormir, isolante térmico, colchonete). Caso alguém prefira contratar carregador pessoal para levar sua mochila, o valor é cotado na moeda local venezuelana e muda com frequência. Atualmente equivale a aproximadamente R$ 40,00 por dia.
– O câmbio do Real para o Bolívar deverá ser feito em Santa Elena de Uairén, e levado o montante para a comunidade indígena, onde o pagamento deverá ser feito diretamente ao carregador contratado. Consulte taxa cambial na ocasião da viagem. Este valor poderá sofrer alteração até o dia da expedição, convém consultar alguns dias antes da viagem.
– No caso da contratação de carregador pessoal, o cliente deverá adicionar para a agência um valor para o complemento alimentar deste carregador, pois o mesmo não responde por suas provisões, e precisa se alimentar durante a expedição. Consulte valor.
– Cada carregador pessoal leva até 15 kg, além dos seus pertences pessoais, naturalmente.
– A contratação do carregador pessoal não faz parte do pacote, é uma opção particular de cada participante, que deverá ser acertada diretamente entre as partes. O guia da expedição se encarrega apenas de orientar sobre os procedimentos regulares.
Sobre bagagem extra, que não será utilizada durante a expedição, recomendamos deixar no guarda-volumes do próprio hotel em que estarão hospedados em Boa Vista, que provavelmente será o mesmo utilizado no término do roteiro.
– A reserva da viagem passa a ser confirmada com o preenchimento da ficha de inscrição e comprovação de pagamento.

Valor por pessoa: R$ 2.190,00 – valor para grupo de 05 ou mais pessoas.

Este valor poderá sofrer alterações – consulte-nos ao fazer sua reserva.

Consulte-nos sobre condições de pagamento e descontos.

 POLÍTICA DE CANCELAMENTO

1. Se houver cancelamento antecipado ao dia da saída originado pela operadora e agencia de turismo Roraima Adventures, todo o valor pago será ressarcido integralmente.
2. Em caso de cancelamento por iniciativa do passageiro, de acordo com a deliberação normativa nº 161 de 09 de agosto de 1985 da EMBRATUR, a Roraima Adventures fará devolução conforme condições abaixo:
Cancelamento até 30 dias do início da viagem: 10% de multa sobre o valor total do pacote contratado.
Cancelamento entre 29 e 21 dias do início da viagem: 20% de multa sobre o valor total do pacote contratado.
Cancelamento entre 20 e 7 dias do início da viagem: 50% de multa sobre o valor total do pacote contratado.
Cancelamento a menos de 7 dias do início da viagem: Sem devolução
Nota: todo e qualquer reembolso será efetuado no prazo de 30 dias após a formalização do cancelamento.
3. Não temos responsabilidades sobre a parte aérea para chegada e saída de Bo Vista, os mesmos não fazem parte do pacote.


PEQUENO MANUAL DE CONVIVÊNCIA NA VIAGEM AO MONTE RORAIMA

O Monte Roraima é um santuário vivo da história da humanidade. Por isso, temos um cuidado redobrado com o impacto ambiental causado pelo turismo. Conscientes e preocupados com a conservação do Parque, procuramos fazer a nossa parte, orientando os turistas para que todo o zelo seja tomado neste sentido.

Desta maneira, recomendamos que os viajantes trouxessem sacos plásticos para que seja recolhida a sujeira produzida ao longo da viagem, inclusive os resíduos humanos. Este lixo será trazido (temos uma pessoa da nossa equipe que cuidará disso) até a Comunidade Indígena de Paraitepuy, de onde será transportado para uma área pré-estabelecida pelo Inparques. Fazendo assim, com certeza estaremos colaborando para que o Monte Roraima se mantenha limpo e preservado.

MANDAMENTOS DO MONTE RORAIMA

1)   Amarás a Deus sobre todas as coisas, e assim respeitará suas obras, e que o Monte Roraima seja um Santuário.

2)   Somente trarás desta montanha as fotos que tirares, as imagens que fizeres, e a experiência mística que viverás nos dias que estiveres no topo.

3)   Santificarás toda esta Natureza, que é tão ou mais sagrada que qualquer igreja.

4)   Honrarás o Monte Roraima, protegendo-o de toda maneira.

5)   Não matarás nem plantas, nem animais. Caminhe sempre pelas trilhas, evitando pisar em qualquer ser vivo, inclusive plantas.

6)   Não cometerás atos impuros – traga de volta todo o lixo produzido, inclusive papéis usados e tudo o que não pertence ao lugar.

7)   Não roubarás nada que seja do Monte Roraima: nem animais, nem plantas, nem cristais, nem pedras. Elas pertencem a este lugar há mais de Dois Bilhões de anos. Respeite!

8)   Não darás falso testemunho. Cumpra todos os Mandamentos.

9)   Não consentirás pensamentos e nem desejos impuros. Se vires pessoas maltratando as plantas, os animais ou recolhendo qualquer coisa da montanha, não hesite, chame-lhe a atenção ou DENUNCIE-O!

10) Não compares o Monte Roraima com outra montanha. Esta é única no mundo!


Conquistar ou Ser Conquistado

Normalmente os montanhistas gostam da expressão: “Vou conquistar a montanha!”.

No caso específico do Monte Roraima, sugerimos que mudem esse conceito e aceitem a expressão:

“Vou me deixar ser conquistado pelo Monte Roraima”.

Certamente sua experiência será muito mais profunda.